Páginas

domingo, 24 de abril de 2011

Transexual espancada no McDonald's


Um motivo de nojo, uma crueldade humana, duas garotas, uma de 14 e outra de 18 espancam uma transexual de 22, o motivo? A transexual iria usar o banheiro até que uma das garotas cuspiu em seu rosto. Uma barbaridade, uma violência sem explicação, ah, mas nessas horas fica bem claro o preconceito, que desperta a selvageria humana.

A garotas gritam, chutam e socam a transexual, os funcionários simplesmente olham e filmam, o gerente tenta de maneira pouco entusiasmada afastar as duas garotas, elas se afastam, mas logo voltam e a crueldade continua.

Pelo cabelo a transexual é arrastada até uma parte da lanchonete onde uma senhora enfrenta as duas agressoras, afastando-as depois de muito esforço.

Jogada, perto da saída do McDonald's a transexual ferida, apresenta convulsões, ninguém faz nada, até que a polícia foi chamada.



Depois do ataque a transexual, chamada Chrissy, dá o seu depoimento, diz que está com medo de sair de casa e que ficou traumatizada tanto com as agressões quanto com a omissão dos funcionários que só evitaram que as agressoras fossem presas em flagrante. Agora, ela pretende encontrar aquela senhora que a salvou da morte.

A notícia é chocante e real, aquelas duas garotas não são humanas, não há palavras que descrevam a selvageria ocorrida naquele dia na lanchonete da franquia do McDonald's. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente, dê sua opinião. Não use palavrões e escreva de maneira clara, pois assim todos entenderão o que está escrito :)