Páginas

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Pensamentos...

Imagem do WeHeartIt

Nem a chuva que caí lá fora é capaz de me animar, ultimamente minha mente vive em um turbilhão de coisas, eu sinto que tudo está desmoronando e por mais que eu tente não vou conseguir reconstruir tudo novamente. 

A cada passo incerto o medo de cada dia, devo ser uma ótima atriz porque meu sorriso convence todos a minha volta, mas só eu sei as lágrimas que correm minha face quando estou sozinha.

Sei que não posso arrancar seu coração ou voltar no tempo, mas é que tudo está tão confuso e sinto-me tão impotente. Vejo as pessoas que convivo reclamando ou fazendo drama por tão pouco e agora sei o que realmente é dor, tristeza, não tem à ver com coração partido, amores não correspondidos, gripes cotidianas ou problemas existenciais, percebi que quando você anda com a morte, que quer lhe tirar alguém que ama, isso sim é tristeza, é motivo para chorar.

Minha cabeça pesa, quase não durmo, talvez porque guardo tudo para mim e não conto para ninguém o que sinto, mas contar para quê? Para ouvir palavras de falsas esperanças, falsas ajudas e piedade de quem não sabe realmente como estou?

Agradecida, talvez, por nada de tão grave ter te acontecido, mas não quero nem pensar na possibilidade de perder-te, seria muita dor para um só coração.

A alma está vazia, você me falou que tudo estava bem, mas não estava, nós queríamos que estivesse, mas lá está você novamente, nos corredores frios, lutando, como você sempre lutou por tudo em sua vida.

É duro ser heroína do meu herói, dói, mas você vai ficar bem, essa turbulência vai passar, não só acredito, como preciso que você fique bem, meu herói com defeitos mas que salva o dia no final.

Texto de minha autoria.

2 comentários:

Comente, dê sua opinião. Não use palavrões e escreva de maneira clara, pois assim todos entenderão o que está escrito :)