Páginas

sábado, 30 de abril de 2011

Maquiagem Romântica


A maquiagem romântica é bem leve e iluminada, primeiramente tem de se preparar a pele com corretivo e pó para deixá-la uniforme, como uma porcelana. O blush deve ser rosadinho e um pouco marcante.


Nos olhos pode-se passar rímel e se você quiser, fazer o delineador gatinho. A sombra deve ser clarinha, amarronzada ou rosa.

Delineador gatinho
Sombra rosa
Na boca um batom rosa ou cor de boca e um gloss para dar um brilho.


Quem gosta bastante desse tipo de maquiagem é a Taylor Swift:


Gostaram?
Comentem!

Os verdadeiros Contos de Fada (Parte 2)


Nesse post o Glitter Sweet irá revelar o conto original de Chapeuzinho Vermelho
A versão que conhecemos é aquela em que garotinha de capus vermelho vai visitar sua avó e encontra com o lobo, no final, é salva pelo caçador, que mata o lobo mau.


Porém, a versão original do francês Charles Perrault não é tão bonita. Nessa versão, chapeuzinho é uma garotinha bem educada que recebe falsas instruções quando pergunta ao lobo sobre o caminho até a casa da vovó. No fim, ela é simplesmente devorada pelo lobo. Só isso, e a história acaba. Não há caçador e nem vovózinha, apenas um lobo gordo e a Chapeuzinho Vermelho morta. A moral da história é que não se deve falar com estranhos. 


Há outra versão em que chapeuzinho faz um strip-tease para o lobo (que às vezes é representado por um lobisomem ou ogro) para assim poder fugir enquanto ele está distraído. A versão mais bizarra contada é que o lobo estripa a vovó e obriga a chapeuzinho a jantá-la com ele. Ela diz que precisa ir ao banheiro (que naquela época ficava do lado de fora das casas) e fugia. O lobo sempre se dá bem no final, de uma forma ou de outra.


Mais uma versão é dada para esse conto no filme A garota da Capa Vermelha, que tem como protagonista a Amanda Seyfried. Veja a sinopse:



Em A Garota da Capa Vermelha, Amanda Seyfried interpreta Valerie, uma bela garota ligada a dois homens. Ela é apaixonada pelo melancólico forasteiro Peter (Shiloh Fernandez), porém seus pais a prometeram em casamento ao abastado Henry (Max Irons). Inconformados com a situação, Valerie e Peter planejam fugir, até que tomam conhecimento de que a irmã mais velha de Valerie foi morta pelo lobisomem que vaga pela escura floresta que rodeia o vilarejo onde moram. 


Durante muitos anos, seus habitantes mantiveram uma difícil trégua com a fera, oferecendo-lhe mensalmente um animal em sacrifício. Mas sob uma lua cor de sangue, o lobisomem desrespeita o acordo, tirando uma vida humana. Sedenta de vingança, a população recorre a um famoso caçador de lobisomens, o padre Solomon (Gary Oldman), com a intenção de matar o monstro. 


Porém, a chegada de Solomon provoca consequências inesperadas, pois ele revela que o lobisomem assume forma humana durante o dia, podendo ser qualquer um deles.
O número de mortes cresce a cada lua, e Valerie começa a desconfiar que o lobisomem pode ser alguém que ela ama. O pânico toma conta de todos e ela descobre que tem uma ligação particular com o monstro — algo que os une inevitavelmente e a transforma ao mesmo tempo em suspeita… e isca. Veja o trailer:



Na parte 3 mais um conto original, acompanhem o Glitter Sweet!

Bem bizarro o conto original da Chapeuzinho Vermelho não é?
Comentem!

quinta-feira, 28 de abril de 2011

Os verdadeiros Contos de Fada (Parte 1)

 

Em sua infância você costumava ler ou ouvir contos de fadas?

Pois nessa sequência de posts o Glitter Sweet esclarecerá o mundo que pode ser sombrio ou bonito do: "Felizes para sempre".


Para introdução iniciaremos com o que é um Conto de Fada e suas características:



Os contos de fadas são uma variação do conto popular ou fábula. Partilham com estes o fato de serem uma narrativa curta, transmitida oralmente, onde o herói ou heroína tem de enfrentar grandes obstáculos antes de triunfar contra o mal. 

Caracteristicamente envolvem algum tipo de magia, metamorfose ou encantamento, e apesar do nome, animais falantes são muito mais comuns neles do que as fadas propriamente ditas.


  • Podem contar ou não com a presença de fadas, mas fazem uso de magia e encantamentos;
  • Seu núcleo problemático é existencial (o herói ou a heroína buscam a realização pessoal);
  • Os obstáculos ou provas constituem-se num verdadeiro ritual de iniciação para o herói ou heroína;
O significado oculto dos Contos de Fadas


As histórinhas que ouvimos em nossa infância na verdade foram escritas para adultos, com o tempo elas foram se aperfeiçoando até que a Disney deixou-as mas "puras".

Lendo com atenção nos deparamos com gula, vaidade, inveja, dentre outros "pecados" que são ensinados como ruins, os vilões são na maioria das vezes desprovidos de beleza, por exemplo: As bruxas tem verrugas e a madrasta não consegue ser mais bonita que a Branca de Neve.






Apesar de terem sido escritos para adultos, os contos de fada modificados pela Disney trazem o dicernimento do certo e do errado para as crianças, muitos dizem que há ocultismo nas narrativas em que se incentiva o mal na infância, mas essa questão não será aprofundada nessa sequência de posts.

Com todas as controvérsias, há algo nessas histórias que prendem a atenção das crianças até hoje.


Acompanhem o blog para a Parte 2 de "Os verdadeiros Contos de Fadas".

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Sweet Week

O Sweet Week dessa segunda é sobre um doce que a maioria das pessoas adora nas festas...
O doce Bicho de pé ou Brigadeiro Rosa!




































O brigadeiro de morango pode ser servido no copinho ou em forma de morango!

















Tenham uma doce semana!